Home»Trabalhos Acadêmicos»Tese de Doutorado: Taxa de Câmbio no Brasil: Dinâmica da Arbitragem e da Especulação

Tese de Doutorado: Taxa de Câmbio no Brasil: Dinâmica da Arbitragem e da Especulação

Taxa de Câmbio no Brasil: Dinâmica da Arbitragem e da Especulação

Em 2013, a tese foi premiada no XIX Prêmio Brasil de Economia – em 1o lugar na categoria Tese de Doutorado – e, no mesmo ano, recebeu a Menção Honrosa no Premio CAPES de Tese 2013. 

Resumo: Essa Tese procura desenvolver as especificidades da formação da taxa de câmbio brasileira tendo em conta fatores microeconômicos do mercado de câmbio como as instituições, os agentes, a regulamentação, as formas de especulação e os canais de arbitragem entre os diferentes mercados. Identifica-se na especulação com moedas, protagonizada pelo carry trade, um elemento de distorção cambial em diversas economias do sistema e, em especial, na economia brasileira. As conclusões do trabalho apontam para centralidade do mercado de derivativos e do carry trade na dinâmica cambial brasileira recente, onde se destacam o papel dos estrangeiros e investidores institucionais na formação de tendências no mercado de câmbio futuro, e dos bancos que transmitem essa pressão especulativa para o mercado à vista ao realizarem ganhos de arbitragem. Em certo sentido, propõe-se uma hierarquia entre os mercados de câmbio, onde o mercado futuro, impulsionado pelo mercado offshore, condiciona a formação de posições no mercado interbancário, assim como a liquidez no mercado à vista. Dessa forma, identifica-se uma determinação financeira da taxa de câmbio que distorce sistematicamente a trajetória cambial e condiciona a atuação desse preço macroeconômico como mecanismo de ajustamento e como ferramenta para o desenvolvimento econômico.

Palavras chave: taxa de câmbio, carry trade, derivativos, especulação.

ACESSE A TESE COMPLETA