Home»Artigos de Opinião»Marx 200 anos: 10 ideias de Marx sobre o capitalismo

Marx 200 anos: 10 ideias de Marx sobre o capitalismo

Publicado no Luis Nassif Online | Pedro Rossi

1. O propósito do capitalismo não é atender às necessidades das pessoas mas à acumulação de riqueza.
2. No capitalismo, a distribuição da renda e da riqueza depende das relações de propriedade.
3. A meritocracia é impossível no capitalismo. (Mesmo supondo que a renda do trabalho seja distribuída de acordo com o mérito, quem tem capital – apartamento pra alugar, dinheiro em aplicação, ação de empresa, etc – recebe renda de quem não tem)
4. O capitalismo superou formas diretas de dominação (escravidão, servidão, etc.), mas instituiu novas formas de dominação, indiretas e impessoais.
5. O capitalismo é uma maquina de produzir inovações tecnológicas e desigualdades sociais
6. O capitalismo não é natural, nem é harmônico, mas historicamente determinado e inerentemente instável.
7. O sistema financeiro negocia um monte de coisa que nem existe, como direitos sobre uma renda futura (capital fictício), e uma queda no preço dessas coisas pode gerar crise e desemprego.
8. A crise econômica é o momento que o capital tenta resolver os problemas que ele mesmo criou aumentando o desemprego, desvalorizando salários, expurgando capitais mais frágeis e promovendo oligopólios.
9. Quanto mais desregulado, mais o capitalismo produz crises e desigualdades sociais
10. O capitalismo é o sistema mais “social” que existe e criou uma “comunidade global” unida pela troca de mercadorias. Mas essa “sociabilidade” é impessoal, mercantiliza as relações sociais, promove o individualismo e a concorrência entre as pessoas.

Imagem relacionada